fecundadores de momentos

TEXTOS A PARTIR DE FOTOS OU IMAGENS ENVIADOS POR AMIGOS

16 outubro 2006

EXTREMIDADE DA ALMA



Não importa
o dedo indicado
se é treinado
se entorta
a ponta do corpo toca
a extremidade da alma
e é fértil semente
o silêncio transporta
o dom da sonoridade
um tom de eternidade
o som da serenidade
àquela nota
que espoca na nossa mente

10 setembro 2006

A ORDEM


ao pôr-do-sol o azul do barco mires
sem desistires de esquecer o resto
e ao expandires o momento, vasto
será o prazer, imenso, pleno manifesto,
invade a mente, envereda, casto
e ígneo instante. A ordem é sorrires

05 setembro 2006

MATA VIVE






É PAU? É PEDRA?
É sem fim o caminho

É um resto, é um toco
É um oco, é um ninho.


É um bem valioso para a humanidade
É um cofre que esconde uma grande verdade

O pó cobriu,
O calor veio, o frio,


O minuano soprou,

o verde sucumbiu

O cupim não comeu,

Ave não semeou,

Pica-pau não bicou,

O capim, sim, cresceu,

A floresta no chão

É o que resta em pé

Intrigou quem matou

O ideal de Sepé

03 setembro 2006

POMAR


Raio fagueiro
rastilha o tapete
procura a figueira
no quente Alegrete

Mira-me
farto halo laranja
fruto que esbanja
vitamina D

12 agosto 2006

CAMINHO DAS PEDRAS




de um lado
da estrada
o capão e a cultura colhida

do outro
madeira aramada
trajetórias contidas

...

14 julho 2006

ILUMINADAS





Sobre as águas doces
Almas iluminadas
Seguem o que a vida
Ensina
Estrada? Não precisa
Nas trajetórias
Sopradas pela brisa
Divina
Fazem suas histórias
Sem deixar pegadas
Apenas irradiam
Em ondas circulares
Energia, alegria,
E a paz nos contamina